Semtas tem novo espaço para prevenção às drogas


Semtas tem novo espaço para prevenção às drogas

 

A Prefeitura do Natal, por intermédio da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social – Semtas,  está oferecendo uma nova estrutura para o atendimento aos usuários de drogas e às suas famílias. A nova sede do Departamento de Prevenção e Acompanhamento ao Usuário de Droga – DPAD está localizada à Avenida Jaguarari, 2188 – Lagoa Nova. "Nosso objetivo é melhorar cada vez mais os nossos serviços, com a nova estrutura. Uma vez que, com esta ampliação, o que antes funcionava na sede da SEMTAS, beneficiando 130 pessoas, terá a capacidade de atendimento para 250 usuários por mês", declarou Edineusa Paiva, chefe do DPAD.
O funcionamento será o mesmo que já vinha sendo oferecido na sede da Semtas, das 8h às 15h. "Após acolhermos, nós agendamos um momento com o psicólogo que realizará uma avaliação do grau de dependência e a partir de então, analisarmos qual o melhor tratamento. Para mais informações sobre como são desenvolvidos os serviços, o usuário pode ligar para o telefone 3232-9282", explicou a chefe do DPAD.
Além disso, a nova sede favorecerá a execução de novos projetos da secretaria, como o 'Prevenção é com a Gente" – inédito no âmbito municipal, que busca coibir a venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos, além de atendimentos em grupos motivacionais a serem realizados com os usuários, suas as famílias, com os adolescentes do Serviço de Execução das Medidas Socioeducativas em Meio Aberto – SEMSEMA e com os acolhidos pela Casa de Passagem.
Departamento de Prevenção e Acompanhamento ao Usuário de Droga – DPAD
O DPAD surgiu em setembro de 2009 com o objetivo de complementar os serviços oferecidos pelo SUS. “Nós acolhemos, orientamos e encaminhamos as pessoas com dependência química para a rede de atendimento do SUS e, aqueles que desejam realmente uma internação mais prolongada, nós encaminhamos para as Comunidades Terapêuticas, localizadas em Macaíba, Pium e na Comunidade de Alcaçuz.”, afirma Edineusa Paiva.
O trabalho é realizado através das Comunidades Terapêuticas - entidades filantrópicas que se autossustentam e oferecem tratamento aos dependentes químicos em até nove meses - e também através da psicologia, enfocando a participação familiar no processo de recuperação. “As famílias que não tem condição podem colocar seus entes queridos na Comunidade através da Secretaria. Esse é um suporte direcionado às famílias carentes”, afirma Edineusa Paiva.

As Comunidades Terapêuticas são entidades filantrópicas que se autossustentam e oferecem tratamento aos dependentes químicos em até nove meses. A partir de um convênio com três comunidades da Grande Natal a Semtas conseguiu disponibilizar 103 vagas destinadas exclusivamente aos dependentes químicos atendidos pelo DPAD. De acordo com Edineusa Paiva, a Prefeitura contribui com alimentos e futuramente irá firmar ainda convênio com as comunidades que estiverem legalmente constituídas para o repasse de recursos financeiros.

Anterior:
Próximo:

Logo da Prefeitura de Natal
R. Ulisses Caldas, 81 - Cidade Alta, Natal - RN, 59025-090 - Ouvidoria Geral (84)3232-6389