Pensema e casa de passagem expõem obras na Facex


Pensema e casa de passagem expõem obras na Facex

A partir de hoje à noite (26), os quadros artísticos pintados por adolescentes beneficiados por programas da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social – SEMTAS estarão expostos na 1ª Mostra dos Cantos do Fazer Profissional do Serviço Social, que se realizará até amanhã (27), na Faculdade de Ciências, Cultura e Extensão do RN – FACEX.

A exposição vai apresentar trabalhos artísticos que vêm colorindo e dando sentido à vida de adolescentes entre 12 e 18 anos abrigados na Casa de Passagem III e dos que estão cumprindo medidas socioeducativas da Justiça no Programa de Execução das Medidas Socioeducativas em Meio Aberto (PENSEMA).

Serão mais de 20 quadros pintados em lápis de cor e giz de cera. Os quadros feitos pelos adolescentes da Casa de Passagem III são mais subjetivos e introspectivos. Já os realizados pelos do PENSEMA são releituras de artistas famosos como Matisse, por exemplo. “Trabalhamos a concentração, a atividade sensorial e comportamental. Buscamos com isso gerar mudança do pensar desses jovens”, afirma o arte-educador, Manoel E. Rego Barros Neto.

O trabalho desenvolvido pelo arte-educador Barros vai além da produção de quadros artísticos. Ele leva os adolescentes a museus e exposições para que eles possam entrar em contato com a arte, e assim, aflorar a experiência criativa. Barros trabalha ainda de forma a unir as vivências de cada adolescente ao trabalho de artistas renomados, produzindo quadros diferenciados através da releitura.

Sobre os Programas

O Programa de Execução das Medidas Socioeducativas em Meio Aberto (PENSEMA) tem como objetivo apoiar, orientar e acompanhar os adolescentes que estejam em cumprimento de medidas socioeducativas em meio aberto (Liberdade Assistida – LA e Preatação de Serviço à Comunidade – PSC), contribuindo para a construção de um novo projeto de vida dissociado da violência. Busca ainda, promover a cidadania e reestabelecer e/ou fortalecer os vínculos afetivos familiares e comunitários. Adolescentes de 12 a 18 anos, que cometeram ato infracional, com determinação de cumprimento de medida socioeducativa.

Já as Casas de Passagem se constituem em um serviço de Proteção Social Especial e Alta Complexidade. São abrigos (não implicando privação de liberdade), que objetivam acolher e assegurar proteção integral às crianças e adolescentes sem referência familiar e/ou em situação de risco.

São implementadas ações de acompanhamento, apoio social, psicológico e educacional às crianças e adolescentes, na perspectiva de reconstrução dos vínculos sociais, familiares e afetivos. Crianças e adolescentes em situação de risco e vulnerabilidade social, com idades entre 0 e 17 anos.

Anterior:
Próximo:

Logo da Prefeitura de Natal
R. Ulisses Caldas, 81 - Cidade Alta, Natal - RN, 59025-090 - Ouvidoria Geral (84)3232-6389