{literal}
Lei de Acesso
 

Faça sua busca pelo site


Notícias

natal.rn.gov.br » Notícias » Notícias

24/07/2020 08:28
  • Guarda Municipal registra crimes ambientais em área de preservação de Natal
Divulgação

O Grupamento de Ação Ambiental da Guarda Municipal do Natal (Gaam/GMN) registrou, nessa quinta-feira (23), crimes ambientais praticados em vários pontos da capital. As ações ilegais foram relacionadas a aterramentos em áreas de preservação ambiental e descarte de resíduos sólidos de construção civil.


O primeiro flagrante registrado pelo patrulhamento de guardas municipais e pela equipe de fiscalização ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) foi na região do KM 06, nas proximidades do bairro de Felipe Camarão, onde homens estavam aterrando uma área de mangue. “Nessa situação, identificamos os responsáveis e acionamos o setor de fiscalização da Semurb para emitir o auto de infração”, contou o coordenador do Gaam/GMN, Isaac Cruz.


Durante o patrulhamento, novos flagrantes foram detectados pelas equipes, sendo um deles dentro da Zona de Proteção Ambiental 08, que constitui uma das mais importantes áreas de proteção ambiental de Natal. A mesma foi criada com o objetivo específico de proteger o ecossistema de manguezal e estuário dos Rios Potengi e Jundiaí por serem considerados naturalmente frágeis contra as intervenções humanas. A área é constituída quase em sua plenitude por manguezal, além de resquícios de mata atlântica.


Outros três registros de despejo de material de construção civil foram flagrados pelos guardas nos bairros de Bom Pastor, Ponta Negra e Bairro Vermelho. Nesse último, foi detectado despejo de restos de tinta num canal nas proximidades do Hospital Memorial. Nesses casos, a fiscalização registra o auto de infração e os guardas municipais orientaram a retirada imediata do material da área sob pena de agravamento da infração cometida




Compartilhar no Facebook   Compartilhar no Twitter   Enviar por E-mail   Gerar para Arquivo/Imprimir  

SEMPLA desenvolvimento. Seguimos as seguintes recomendações de projeto: w3c_aa w3c_xhtml w3c_css