Lei de Acesso
 

Faça sua busca pelo site


Notícias

natal.rn.gov.br » Notícias » Notícias

23/12/2017 09:47
  • Prefeitura retira barracas de camping e publicidade irregular da orla de Ponta Negra
Divulgação

Durante toda a manhã desta sexta-feira, 22, equipes da Prefeitura intensificaram a fiscalização no calçadão de Ponta Negra. O alvo dessa vez foram as barracas de camping instaladas nas áreas públicas ao longo do calçadão, proibidas conforme a decisão judicial. Também foram recolhidas placas publicitárias e aplicado autos de infração em quiosqueiros que estavam com guarda-sois acima do permitido.

A ação, que faz parte da Operação Verão, foi coordenada pela secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) e contou com o apoio das secretarias de Serviços Urbanos (Semsur), Secretaria de Trabalho e Assistência Social (Semtas) e Guarda Municipal de Natal (GAM).

Ao longo de todo o percurso, do Hotel Esmeralda até a subida da avenida Erivam França, foram retiradas três barracas e recolhidos roupas, documentos e utensílios encontrados dentro dos equipamentos. Todas estavam vazias, e até a saída dos fiscais do local, não foi localizado e nem identificado os responsáveis. Todo material apreendido está sob a guarda dos fiscais da Semurb.

De acordo com o supervisor de Fiscalização Ambiental da Semurb, Leonardo Almeida, o objetivo da operação foi atingido. “O nosso foco era remover as barracas de camping, que além de ser proibido, estavam enfeando a paisagem, como também causava transtornos aos trabalhadores e frequentadores da praia”. Os fiscais ambientais ainda recolheram diversas placas publicitárias, atividade proibida naquele local.

Na passagem pelo calçadão, os fiscais autuaram três quiosqueiros por instalar guarda-sóis com mesas e cadeiras, acima do permitido. Segundo Almeida, é permitido a colocação de três conjuntos na parte superior do enrrocamento, apenas na maré cheia, o que não era o caso.

Ainda foi identificado pelos técnicos da Semtas, um menor comercializando dindins, no calçadão. A equipe fez a abordagem e vai levar as informações coletadas ao Centro de Referência em Assistência Social (Creas), para identificação da família. A orientação foi para ele voltar para casa.

Todas as placas serão inutilizadas. Já as barracas ficarão à disposição dos proprietários, que ao se apresentarem serão autuados administrativamente por ocupação indevida do espaço público e pagar uma multa para ter de volta o seu equipamento.

O trabalho da operação verão vai até o mês de fevereiro e consiste na fiscalização da área, combate ao comércio clandestino, ações de limpeza, pintura, manutenção dos banheiros públicos, reparos estruturais, patrulhamento por parte da Guarda Municipal, além de diversas outras iniciativas para manter o processo de ordenamento da orla de Natal.


Compartilhar no Facebook   Compartilhar no Twitter   Enviar por E-mail   Gerar para Arquivo/Imprimir  
SEMPLA desenvolvimento. Seguimos as seguintes recomendações de projeto: w3c_aa w3c_xhtml w3c_css