Lei de Acesso
 

Faça sua busca pelo site


Notícias

natal.rn.gov.br » Notícias » Notícias

28/09/2017 11:36
  • Conferência discute igualdade racial

A I Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial que seria realizada nesta quinta-feira (27) foi adiada para sexta-feira (06/10). O evento tem como objetivo estabelecer diretrizes e avaliar a implementação das políticas públicas, ações, programas e projetos para promoção da igualdade racial e enfrentamento à discriminação em razão da raça, etnia, religião e origem no âmbito do município.

A Conferência é promovida pelo Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM) e conta com o apoio da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (Semul). Tem ainda o propósito de contribuir com o processo de construção do Plano Estadual de Políticas de Promoção da Igualdade Racial e eleger a delegação de Natal para IV Conferência Estadual de Promoção da Igualdade Racial.
As mulheres negras e pardas são as que ocupam os mais altos índices de violência doméstica, por serem elas as que se encontram em situação econômica menos favorecida. Na rotina de atendimentos dos equipamentos da Semul que atendem às mulheres vítimas de violência doméstica – Centro de Referência Elizabeth Nasser e Casa Abrigo Clara Camarão – a mulher negra é quem mais morre em decorrência da violência doméstica.

Pobres, desempregadas ou de baixa renda em sua maioria, são elas que ocupam a maior fatia dos índices de agressões por seus companheiros e ex-companheiros. Essas mulheres são, em sua maioria, residentes na zona norte de Natal (73%) – este índice pode ter relação com o fato de o Centro de referência estar localizado na região –, seguidas de moradoras da zona oeste (15%). Metade delas se identifica como de cor parda e 10% negras.

“A pobreza e a marginalidade a que é submetida a mulher negra, especialmente, reforçam o preconceito e a interiorização da condição de inferioridade, que em muitos casos, inibe a reação e luta contra a discriminação sofrida”, aponta Ildete Mendes, presidenta do CMDM.
Inúmeras pesquisas realizadas nos últimos anos mostram que a mulher negra apresenta menor nível de escolaridade, trabalha mais, porém com rendimento menor, e as poucas que conseguem romper as barreiras do preconceito e da discriminação racial e ascender socialmente seguem sofrendo discriminações em função da cor da pele.

Com o tema central “O Brasil na Década dos Afrodescendentes, Reconhecimento, Justiça, Desenvolvimento e Igualdade de Direito”, a I Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial será realizada das 8h às 17h na UNI-RN, localizada na Rua Prefeita Eliane Barros, 2000 – Tirol.

Programação - I Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial

06/10

8h – Credenciamento
9h – Mesa de Abertura
10h-Plenária I - Leitura e Provação do Regulamento
11h Palestra Magna: “O Brasil na Década dos Afrodescendentes – Aparecida França e Lucineide Freire

12h- Almoço

13h30 – Grupos de Trabalho
15h –Plenária II – Leitura e Aprovação das Propostas
16h – Plenária Final e Eleição dos Delegados para IV Conferência Estadual de Promoção da Igualdade Racial
17h – Encerramento e Apresentação Cultural.


Compartilhar no Facebook   Compartilhar no Twitter   Enviar por E-mail   Gerar para Arquivo/Imprimir  
SEMPLA desenvolvimento. Seguimos as seguintes recomendações de projeto: w3c_aa w3c_xhtml w3c_css