Lei de Acesso
 

Faça sua busca pelo site


Notícias

natal.rn.gov.br » Notícias » Notícias

12/08/2016 12:02
  • Projeto musical de rock classifica professora da rede no Prêmio Educador Nota 10
manoel Barbosa

Rock’n Roll na veia e na sala de aula. Na Escola Municipal Professora Maria Cristina Osório Tavares, o projeto “Rock’n Roll – Despertando Para a Música”, desenvolvido pela professora de Artes, Sthela Cristina de Medeiros Gomes, ficou classificado entre os 50 finalistas do Prêmio Educador Nota 10, promovido pela Fundação Victor Civita.

O projeto foi executado com os alunos das três turmas de 3º ano do Ensino Fundamental, da unidade de ensino localizada na Rua Antônio Carolino, S/N no bairro de Felipe Camarão, Zona Oeste de Natal.

Entre os objetivos do projeto, a professora Sthela Gomes destaca o entendimento do que é o rock; a diferença entre o rock e outros estilos musicais, além de proporcionar o conhecimento de perto dos principais instrumentos utilizados no estilo, trabalhando a percepção musical e ampliando o repertório dos alunos. A utilização de recursos como o próprio corpo, copos e claras são alguns dos recursos utilizados na execução do projeto.

O projeto “Rock’n Roll” também conta com a contribuição de seis bolsistas, do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID), do Curso de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. “Pensamos algo significativo e dinâmico, utilizando diferentes estratégias para dar subsídios no trabalho com o ritmo, a identificação de estilos musicais, a expressão, comunicação e criatividade dos alunos”, afirmou a professora de Artes.

A professora conta que a proposta do projeto começou quando diagnosticou que a maioria dos alunos vivenciava música apenas como ouvintes, e não tinham ideia dos muitos estilos existentes e das infinitas formas de exploração sonora para fazer música. “Achamos necessário desenvolver este trabalho e estimulamos seu fazer partindo da visualização do filme ‘Escola de Rock’”, disse.

Em um segundo momento foi realizado um questionário com os estudantes. Em seguida estudaram sobre os principais instrumentos musicais do rock. A professora então, distribuiu em papel, uma guitarra, um baixo, um teclado e um par de baquetas de bateria. Cada aluno coloriu a sua forma e recortou as sombras do papel, ficando apenas o instrumento.

Outras atividades também foram realizadas durante a execução do projeto. “Assistimos os vídeos dos “Barbatuques”, “Stomp”, “Lenga lá Lenga”, e “Cup Songs” e iniciamos com atividades de marcação de ritmo e de exercícios do simples ao complexo. Depois partimos para a percussão corporal (treinamento com palmas), percussão com claves (improvisadas com cabo de vassoura) e Cup Songs (jogo de copos e mãos)”, conta a professora ao lembrar que improvisaram um cajón no lugar de uma bateria.

O estudante Juan da Silva, de 10 anos, contou que adorou conhecer os quatro instrumentos musicais do rock e ter a primeira experiência em começar a tocar. “Eu gosto demais das aulas de Artes, pois cantamos e tocamos os nossos instrumentos de papel. Fico muito feliz e animado”. Já Julia Beatriz da Silva, de nove anos, também adora as aulas de Artes e afirma que para fazer música, pode utilizar objetos do cotidiano. “Gosto bastante das percussões com jogo de copos e mãos e com as palmas”, afirmou a aluna.

A professora de Artes, Sthela Gomes, fala do orgulho de ser uma das 50 finalistas de todo o Brasil, do Prêmio Educador Nota 10. “Não tenho nem palavras para explicar a minha felicidade. Trabalho nesta unidade de ensino há mais de 10 anos e sei que é uma escola muito boa e de referência no bairro de Felipe Camarão. Sempre tentamos fazer um trabalho diferenciado com as crianças, da aprendizagem para além do quadro e do giz, tudo com o objetivo e estratégias bem fundamentadas, e procuramos utilizar diversos recursos materiais, como papel, lápis e instrumentos”.

A docente leciona na Escola Municipal Professora Maria Cristina Osório Tavares, desde o ano de 2003, quando entrou por meio de concurso público para o quadro de professores da Prefeitura do Natal. “Além da ajuda dos bolsistas que auxiliam durante as aulas, também conto com total apoio da gestão da escola, da coordenação e dos professores, onde realizamos um trabalho em conjunto para desenvolver a aprendizagem nas crianças”, concluiu.

Prêmio Educador Nota 10

O Prêmio Educador Nota 10 reconhece professores da Educação Infantil e do Ensino Fundamental e também gestores escolares de todo o país. Aproximadamente 4.000 educadores, professores, gestores escolares e coordenadores pedagógicos, de diversos segmentos de ensino, inscrevem seu trabalho a cada edição do prêmio em diferentes áreas de conhecimento.

O Prêmio Educador Nota 10 foi criado em 1998 e é considerado o mais importante prêmio da Educação Básica Brasileira. Uma comissão selecionadora, composta por profissionais da educação, especialistas nas diversas disciplinas, analisa todos os trabalhos recebidos e, entre eles, são escolhidos os 50 finalistas e entre os finalistas são escolhidos os 10 Educadores Nota 10.

Os trabalhos premiados são ideias simples e corajosas que mostram a importância da aprendizagem de crianças e jovens e a tarefa de mantê-los numa boa escola, trabalho esse indispensável para a transformação deste país numa nação melhor e mais justa.

Além da professora Sthela Gomes, da Escola Municipal Professora Maria Cristina Osório Tavares, a professora Ana Beatriz Câmara Maciel, da Escola Municipal Professora Terezinha Paulino, também ficou entre os 50 finalistas. Apenas seis professores da Região Nordeste foram finalistas, três do Rio Grande do Norte, uma da Paraíba e uma de Pernambuco.

2016-08-12 12:08:37

Projeto Musical do Rock

2016-08-12 12:09:43

Projeto Musical do Rock 2

2016-08-12 12:10:36

Projeto Musical do Rock 3

2016-08-12 12:11:19

Projeto Musical do Rock 4


Compartilhar no Facebook   Compartilhar no Twitter   Enviar por E-mail   Gerar para Arquivo/Imprimir  
SEMPLA desenvolvimento. Seguimos as seguintes recomendações de projeto: w3c_aa w3c_xhtml w3c_css